Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

A Porta

Chegou em casa com os livros.

A chuva não os molhou,
Pois estavam envoltos na sua jaqueta impermeável.
Estranha chuva, aquela,
Repentina,
No meio de um verão causticante.
Sua mãe não havia chegado do trabalho,
Seu pai estava viajando.
Ligou o som,
Blue Oyster Cult.
Sentou-se no sofá,
E começou a namorar os livros
Recém-adquiridos no sebo.
Um dos livros,
Comprara visando inspirar-se
Para escrever seus contos de terror.
Um livro de magia,
Um grimório.
Folheou o volume,
Sentindo prazer em tatear as páginas
Amareladas,
Repletas de anotações de antigos donos.
Não, não eram vários,
A caligrafia era a mesma até a última folha.
Voltou para a folha de rosto.
L.’. N.’.
Achou engraçada aquela abreviação,
Que, como uma chave, desencadeou diversos nomes
Na sua mente.
O disco terminou. Ele estava sonolento.
Foi para o quarto,
E continuou folheando o livro
Deitado na cama.
Olhou demoradamente para a capa.
Uma porta prateada,
E sobre ela, o título,
“A Porta Mestra”.
Achou o nome fraco,
E voltou a f…