Pular para o conteúdo principal

A Porta


 
Chegou em casa com os livros.

A chuva não os molhou,

Pois estavam envoltos na sua jaqueta impermeável.

Estranha chuva, aquela,

Repentina,

No meio de um verão causticante.

Sua mãe não havia chegado do trabalho,

Seu pai estava viajando.

Ligou o som,

Blue Oyster Cult.

Sentou-se no sofá,

E começou a namorar os livros

Recém-adquiridos no sebo.

Um dos livros,

Comprara visando inspirar-se

Para escrever seus contos de terror.

Um livro de magia,

Um grimório.

Folheou o volume,

Sentindo prazer em tatear as páginas

Amareladas,

Repletas de anotações de antigos donos.

Não, não eram vários,

A caligrafia era a mesma até a última folha.

Voltou para a folha de rosto.

L.’. N.’.

Achou engraçada aquela abreviação,

Que, como uma chave, desencadeou diversos nomes

Na sua mente.

O disco terminou. Ele estava sonolento.

Foi para o quarto,

E continuou folheando o livro

Deitado na cama.

Olhou demoradamente para a capa.

Uma porta prateada,

E sobre ela, o título,

“A Porta Mestra”.

Achou o nome fraco,

E voltou a folhear,

Detendo-se nos símbolos e fórmulas,

Nas estranhas descrições cerimoniais.

Caiu no sono.

Teve sonhos estranhos,

Em que percorria vielas escuras,

E entrava em cavernas ocultas

Em lareiras de pocilgas medievais.

Numa destas cavernas,

Encontrou um velho maltrapilho,

De vastos cabelos e pele negra.

O velho sorriu,

E transformou-se num imenso lobo.

Um lobo negro!

Acordou, assustado.

O livro jazia ao lado da cama.

Sentiu o cheiro do café.

Sua mão chegara.

Pegou o livro

E o pôs sobre a cômoda.

Entre uma xícara e outra de café,

Sentiu um frio percorrer-lhe a espinha.

Uma associação se fizera na sua mente,

Entre o sonho, e velho, e o livro.

L.’. N.’.

As iniciais de Lobo Negro!

Lutou contra sua tendência a mistificações.

E começou a pensar em um novo conto.

Um livro de contos.
Os Contos do Lobo Negro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

História Alternativa

E se os portugueses encontra-sem as Américas antes dos espanhóis? E se os europeus não saíssem em busca de novos territórios? E o império romano não tivesse acabado? O Brasil perdesse a guerra do Paraguai? Se essas perguntas te perturbam é a hora de levar para suas mesas de RPG o gênero História Alternativa! 

Mais o que é história alternativa?

Histórias alternativas se refere ao um subgênero da ficção especulativa, onde é contada uma história de ficção ou não-ficção, na literatura das histórias alternativas se faz uma pergunta norteadora "o que aconteceria se a história tivesse transcorrido de maneira diferente?" O que diferencia essa gênero de ficção dos outros é o ponto de divergência, que é um ponto na história onde ocorre algum evento que modifica a linha temporal. Quase todas as histórias são baseadas em eventos históricos reais, mesmo que depois aspectos políticos, sociais e tecnologicos mudem muito com o passar do tempo. O ponto de divergência  acontece no passado, faze…

O maior evento de Games da Bahia: Gamepolitan

Vai acontecer em Salvador nos dias 15 e 16 de março o maior evento de games do nordeste. O Gamepolitan é um evento que se encontra em sua 3° edição e já é um grande sucesso. A edição passada de 2013 recebeu um público de 10 mil pessoas, tendo vários jogos, palestras, stands e exposições diversas. O evento é organizado pelo produtora 42 Cultura e Comunicação, empresa também responsável pelo Anipolitan, evento de cultura Nerd/Otaku. 

Entre as atrações do evento:
Campeonatos dos seguintes jogos:
PC
- CrossFire
- Starcraft
- League of Legends
VideoGames
- The King of Fighters XIII - Super Street Fighter IV -  Pro Evolution Soccer 2014 e FIFA14
Além disso haverá palestras ligadas ao mercado de games. E a diversão extra vira ainda mais com a Arena Card Game, Tabuleiros e RPG, Desfile de Cosplay, Free-Play, Museu do Videogame, e os expositores que estarão em peso na festival de games.
Então já sabem. Dia 15 e 16 de março, das 10 horas até as 20 horas, Salvador será a capital dos jogos do norte-nordeste…

Mesas do 3° Encontro Subúrbio RPG

Mesa 1 Nome da One-Shot: THE WALKING DEAD  Mestre: Igor Bruno  Tipo de mesa: (aberta) 
Sistema: Daemon (trevas)  Cenário: EUA  Número de Jogadores: 4 a 6 jogadores  Resumo da One-Shot: Um novo vírus surge e se alastra muito rápido, deixando as pessoas agressivas de tal modo, que elas começam a atacar qualquer pessoa que passe próximo a elas, para simplesmente se deliciar com sua carne, então prepare suas provisões e escolha a melhor arma, pois quero ver quem consegui sobreviver mais que uma noite em um APOCALIPSE ZUMBI.



Mesa 2
Nome: Delirium
Cenário: Ékaton
Narrador: Rafael Medeiros
Tipo de mesa: Fechada (aceita novatos)
Sistema: +2d6
Numero de jogadores: 4 (máximo)
Resumo: A mesa Delirium será ambientada num cenário de Alta Fantasia, que vem sendo desenvolvido por Rafael Medeiros. As influências fundamentais do cenário são os livros clássicos de F&FC (Fantasia e Ficção Científica), de Tolkien a Orson Scott Card, passando por HP Lovecraft, este último inferindo, sobretudo, na forma como é tratad…